Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

domingo, 6 de maio de 2012

Ahmadinejad se enfraquece após eleições parlamentares no Irã

O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, ficou ainda mais enfraquecido depois que seus aliados sofreram uma derrota na eleição parlamentar em dois turnos, cujo resultado foi divulgado neste último sábado (5). 
O voto selou a composição de um Parlamento dominado por facções ultraconservadoras que há anos acusam Ahmadinejad de contestar a autoridade do líder supremo, o aiatolá Ali Khamenei, nos campos moral e econômico. 
Os adversários de Ahmadinejad devem ficar com cerca de 160 das 290 cadeiras do Parlamento, conforme resultado do segundo turno ocorrido anteontem, dois meses após o primeiro turno. 
 O candidato mais votado em Teerã foi Gholam Ali Haddad Adel, íntimo de Khamenei. Haddad Adel tentará agora se tornar presidente do Parlamento no lugar do titular Ali Larijani, que foi reeleito pela cidade de Qom. Os aliados de Ahmadinejad ocuparão menos de 20 cadeiras. Os números podem variar em função de alianças a serem costuradas antes da posse do novo plenário, no fim deste mês. 
Embora o Parlamento tenha pouco poder, especula-se que a bancada majoritária se empenhará para barrar uma redução dos subsídios econômicos à população, lançada por Mahmoud Ahmadinejad sob pretexto de combater a inflação. (informações:Folha/Foto:R7).

Nenhum comentário:

MURAL DE RECADOS